Confira 7 tendências tecnológicas no segmento de food service

Prestar atenção às principais tendências, notícias e práticas referentes ao mercado de food service é fundamental para quem atua na área. Isso é dito, uma vez que esse é um segmento que se reinventa diariamente, trazendo novas tecnologias e facilidades para empresas e consumidores.

O food service engloba diversos serviços e soluções voltadas para alimentação. Isso inclui cadeias de produção de insumos, bebidas, alimentos e equipamentos que atendem, em especial, ao ramo de refeições fora do lar — em uma escala de mais de 160 milhões de consumidores por mês. Sua magnitude prevê crescimento exponencial.

Sabendo disso, se você deseja se manter antenado com as principais tendências do momento, não deixe de buscar sucesso para seu negócio por meio deste artigo!

Principais tendências do setor de food service

O consumidor atual deseja muito mais do que apenas bons serviços. Para ele, qualidade é obrigatória e deve ser aliada a diferenciais que tragam personalização, exclusividade e um atendimento de ponta. Por outro lado, as empresas também precisam contar com facilidades que permitam a ela oferecer tais soluções para seus clientes.

A seguir, estão compiladas tecnologias voltadas para ambos os lados da equação do food service ideal. Você vai conferir tendências que aprimoram a forma de atender seus consumidores e gerir seu restaurante, refletindo diretamente na rentabilidade de seu negócio. Não perca!

1.  Refeições personalizadas

Mais do que múltiplas opções de pratos, o cliente da atualidade pode contar com variedade em ingredientes. Com isso, ele pode criar pratos totalmente personalizados, tanto em termos de sabor quanto de apresentação. Esta é uma maneira simples de oferecer exclusividade ao público.

É interessante que os estabelecimentos estejam atentos a essa opção, uma vez que requer um sistema de comanda que possibilite estas configurações e que alimente os relatórios de controle baseado nas vendas personalizadas.

2.  Sistemas de frente de caixa e gestão

Otimizar a gestão do negócio e sua frente de caixa, por meio de tecnologias inovadoras, é um passo certeiro rumo ao sucesso. Sistemas amigáveis ao usuário e a um gerenciamento mais ágil e intuitivo têm proporcionado isso, além de:

  • agilizar checkout através da automação do pagamento;
  • promover menor tempo médio de giro de salão;
  • promover integração de toda a jornada do cliente, enriquecendo o seu CRM;
  • robustez de operação com soluções leves e de última geração.

O resultado é óbvio: muito mais qualidade ao atender o consumidor, foco no que realmente importa, centralização de serviços e maior eficiência operacional.

3.  Automação da cozinha

Espera-se que o futuro do food service tenha como fator de otimização de resultados a presença de cozinhas totalmente tecnológicas. Isso não significa, porém, que não será preciso contar com funcionários. Afinal, a gastronomia é uma arte e depende de seus artistas para ser executada em seu melhor potencial.

Contudo, as equipes poderão contar com inteligência de comandas impressas automaticamente no caso de pedidos delivery ou provenientes de pedidos de autoatendimento na mesa ou totem do salão.

4.  Brigada de salão reduzida

Enquanto a cozinha, composta por chef, ajudantes, cozinheiros e estagiários, tende a ser automatizada, a brigada de salão (gerente, caixa, recepcionista, garçom, maître e cumim), inevitavelmente, tende a diminuir. Isso se dá em função da presença de plataformas e softwares que permitirão as seguintes mudanças:

  • redução do número de garçons através de autoatendimento nas mesas;
  • eliminação da posição de caixa, através do uso de meios de pagamento integrados e conciliados;
  • redução da demanda na posição da recepção, através do uso de sistema integrado receptivo-salão, eliminando fricções e agilizando a fila de espera;
  • gestão simplificada com estrutura de gerência mais enxuta.

Uma vez que o consumidor busca por autonomia e segurança na compra e no atendimento — ainda mais evidenciado pelos reflexos da COVID-19 —, essa é uma boa ideia para as empresas. Unindo isso à economia resultante do investimento em tecnologias — que sai mais em conta do que possíveis contratações —, entende-se que esse é um caminho sem volta para o mercado.

5.  Cardápio digital

O cardápio eletrônico é uma das tendências que mais podem ser vistas na atualidade. Quantas vezes você, como consumidor, não foi à rede social de uma empresa buscar por seu menu, em especial ao pedir delivery?

Ainda que isso pareça algo que só ocorre na entrega de alimentos, os espaços físicos estão, cada vez mais, adotando essa estratégia — impulsionado pelas orientações sanitárias em reflexo da COVID-19 —. Ela resulta, novamente, em redução de custos com a produção de menus e em um cliente mais autônomo e que sabe o que quer.

6.  Pagamento via app

O delivery é parte do segmento de food service e demonstra um crescimento cada vez maior em meio aos serviços prestados. A chegada de serviços como iFood, UberEats e Rappi — e seu boom imediato, fomentou a criação de restaurantes virtuais (dark kitchen ou ghost kitchen) e, com isso, solidificou algumas tendências no mercado.

Uma delas é o pagamento digital (seja via app, celular, etc). Para o consumidor, tempo é, de fato, dinheiro e a segurança do transação sem contato físico é muito importante. Tanto ao pedir comida em casa quanto ao pagar sua conta em um estabelecimento, se tornar independente de terceiros para agilizar a quitação de sua conta pode fazer a diferença. Portanto, é interessante que os donos de empreendimentos alimentícios fiquem de olho nessa possibilidade.

7.  Integração com delivery

Ainda no assunto do delivery — que deve ser abordado mais a cada dia —, a integração de serviços presenciais com essa opção tem se tornado quase uma obrigação para os restaurantes. Afinal, costuma perder muitos pontos o serviço que não oferece entrega.

Imagine que seus clientes tenham um prato favorito em seu estabelecimento. Em seguida, visualize uma reunião entre amigos. Se um cliente seu sugerir pedir este prato favorito para que todos experimentem, (fomentando o boca a boca, importante para os estabelecimentos), você deve estar preparado para efetuar entregas. Do contrário, eles pedirão de outro restaurante que ofereça o serviço de entrega.

Em suma, a tendência de integração entre serviços presenciais e de entrega deve ser abraçada pelo mercado o mais rapidamente quanto possível. Assim, a chance de perdas será minimizada.

O mercado de food service tem muito a evoluir com o tempo. Por isso, é fundamental estar sempre de olho nas principais tendências que surgem e, é claro, se adaptar a elas para não ser ultrapassado pela concorrência.

O Zak é uma solução que integra os principais processos de seu negócio, como retaguarda, backoffice, receptivo, delivery, frente de caixa e muito mais. Assim, você garantirá acesso às tendências citadas e otimizará sua gestão.

Se você deseja garantir ainda mais vantagem sob as novidades que impactarão o food service, agora e no futuro, entre em contato conosco e conheça nossas soluções e facilidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *